segunda-feira, 1 de dezembro de 2008

Sintoma Midiático



A população brasileira está vivenciando através dos meios de comunicação as conseqüências das desastrosas enchentes que assolaram o território de Santa Catarina, ocasionado mortes e muitos desabrigados. Realmente a situação é caótica, serão necessários dois anos para que se reconstruam as cidades atingidas.O que quero levantar aqui não é nenhuma campanha de solidariedade às vitimas, mas buscar o entendimento para algumas questões implícitas e relevantes ao Brasil.


A fome é um problema presente na região Nordeste que, com certeza, mata muitas pessoas e, não podemos esquecer da seca, que desde o período imperial buscam-se meios de combate. São necessidades que também causam mortes, sofrimento e abandono, logo são esquecidos por grande parte da sociedade. Não estou querendo com isso extrair a sensibilidade de você nosso leitor para com as vitimas das enchentes. Não! Apenas desejo salientar que problemas considerados sérios são enfrentados por uma boa parte da população nordestina, e mesmo assim não ganham repercussão na mídia.


Aqui não chegam caminhões, tropas, e muito menos ver-se campanhas em programas de TV, arrecadando quantias para as vitimas da fome ou da seca. O Nordeste nunca foi bem visto no cenário midiático, quando há algo se referindo a esta região, é mais fácil ver um senhor chamado Antonio numa casinha de taipa ou ainda, em cima de jumento, correndo caatinga a fora, com uma casa cheia de crianças, todas despenteadas, roupas rasgadas, e um fogão com panelas vazias. Já a região sul, tida como rica, vemos uma população branca, bem vestida, ruas bem pavimentadas, fábricas, boas escolas e claro; uma economia estável.


A população brasileira se mostra solidária às vitimas das enchentes, porém existem outras áreas brasileiras que também pedem socorro e que passa seca entra seca, e ninguém se sensibiliza. Chega de pensar no buraco do umbigo. Olha para os lados Brasil e aprenda de uma vez que isto não passa de um sintoma midiático!

3 comentários:

Emerson Rocha disse...

Sei que sou suspeito para comentar pois faço parte da equipe TRIPLICANDO!, mas esse texto é uma porrada de verdades que a população brasileira tem que aprendera a encarar. O Problema em Santa Catarina é sim muito triste, porém, como Alinne salientou muito bem no seu texto, o nordeste vem há tempos sofrendo de males que por ano matam milhares de pessoas e nem por isso recebe a atenção devida.

Brasil, chegou a hora de nos vermos como iguais. Solidariedades ao povo Catarinense que hj está sofrendo e solidariedade ao povo nordestino que há anos vem sofrendo sem nenhuma assistência.

Alinne meu anjo, parabéns!

Danielson Mousan disse...

Hum!!!

É ! isso ... também tem que levar em conta que o homem com sua força de devastação enorme .

Então dar-se a entender que a natureza agora está revoltada e deu o " troco "

Com esse acontecimento podemos pensar um pouco no aquecimento global.

Quantas fábricas foram construídas ?
Então ... Quais os lugares da natureza que o homem mexeu ? e a nossa atmosfera ... o que está acontecedo com ela ??

Enundações !
Terremotos !
Furações !
e etc ... sempre teve nesse mundo ...

Mas, o que está fazendo com que isso aconteça com tanta tensidade ?

O homem reflete tanto ... mas, o dinheiro não o deixa enchegar .

Danielson Mousan
Educador Social
Contatos : iammousan@hotmail.com
Reprotai : Reprotai_jovem@yahoo.com

Meg Macedo disse...

A mídia só veicula o que lhe interessa, se a seca é a fonte de dinheiro de muitos políticos e empresários do nordeste que consecutivamente mandam na mídia, por que carga d'agua eles iriam combater a seca?
O mundo e as pessoa vivem em torno de interesses, já se foi o tempo em que eu acreditava em Papai Noel, por isso, é necessário pessoas da mídia sensatas, assim como vc, que realmente diz a verdade dos acontecimentos, escrever por escrever não tem graça. E quem sabe um dia possamos mudar essa realidade?...

http://www.diarioalicewbrasil.blogspot.com/

Beijos!!!